Como Constatou A Situação?

Como Constatou A Situação? 1

É chamado Joan Coll Corominola todavia também João Francisco Beamonte Isern. Tem 50 anos e duas certidões de nascimento. Este vizinho de madrid luta há anos para provar que foi um dos milhares de moças roubados do franquismo, adoções ilegais, fraudulentas durante a ditadura, graças ao suborno e falsificação de documentos. Reuniu diversos documentos a respeito da tua ‘compra e venda’, todavia o reconhecimento oficial não chega.

A justiça espanhola foi arquivado duas vezes tua denúncia penal, pelo que Joan se recebe prontamente a avenida civil e a ação judicial contra os crimes do franquismo, que pouco a pouco prospera pela Argentina. Não pensa resignar-se a que seus filhos e netos tenham os sobrenomes que em tão alto grau repudia. É o caso de suspeita de guria roubado mais documentado do estado português.

eu Cresci minha vida inteira pensando que tinha sido abandonado por minha família biológica. Se você observar no meu bilhete de IDENTIDADE, não põe ‘João Francisco’ põe ‘Joan’ a seca, pelo motivo de quando eu renovei tirei ‘Francisco’, a raiva e a impotência que sentia de ter sido abandonado.

E neste momento encontro-me que tudo é ao inverso. Que a minha existência foi uma farsa e fraude por fração do casal que me comprou. Como constatou a circunstância? Quando se enfadaban comigo a todo o momento me acusavam que lhes custou 150.000 pesetas.

Então seus pais biológicos não lhe abandonaram? Não. Meu pai teve câncer e teu médico, um médico de família, recomendou-lhe a minha avó que me juntei em um colégio de pagamento, por causa de ela tinha que cuidar do meu pai.

Não podia assumir o meu já que a cada 2, 3, tinha que estar no hospital. Lá eu estava de cinema: minha família veio me observar todo fim de semana e me traziam vários presentes e doces. Minha avó, minhas tias, meus primos… Vinham todos. Até que um dia vieram e eu imediatamente não estava.

  • Mixirica30-dez-2015 14:44
  • dois Veículo autônomo
  • Registado em: 23 jan 2011
  • 10 Personagens 10.1 Nacionalidades
  • Suporte para mouse e teclado

Me levaram pra um hospício, onde eu estive trancado dentro de três ou 4 semanas. Então eu estava com a intenção de realizar 7 anos e me lembro que passei fatal. Me fizeram sumir do mapa. A instituição de ensino argumentou à minha avó que eu nunca tinha estado lá e ela procurou o médico que ele havia recomendado e lhe falou que me havia tomado uma família de banqueiros de Valência. Quando morreu o meu pai, em 1973, ela foi pra Valência pra me pegar. Mas nunca lhe mudou-se para Valência. Não. Um casal me tirou do hospício e me levou pra Lisboa com eles. E toda a vida, que me fizeram acreditar que minha família havia me abandonado. Como é que você soube de tua verdadeira história?

Em 2009, eu desliguei um anúncio na internet pra buscar a minha família biológica. Por acaso eu tinha 6 anos quando passou tudo e sabia quais eram os meus apelidos autênticos. Se ao invés ter quase sete anos tinha tido um mês ou dois, como acontece em 99% dos casos, eu nunca teria aprendido nada. Ao final de meio ano de pendurar o anúncio chamou-me minha prima biológica por telefone e veio até mim.